quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Sai Emanuel, entra Rouse

Como esperado, Rahm Emanuel, o actual Chief of Staff da Casa Branca, abandonará Washington para concorrer ao cargo de Mayor de Chicago. Amanhã, o Presidente Barack Obama comunicará oficialmente, num anúncio a partir da East Room da Casa Branca, a saída de Emanuel e a sua substituição por Pete Rouse, o que também não representa qualquer surpresa.
Pete Rouse ganhou notoriedade como chief of staff de Tom Daschle, na altura líder da maioria democrata no Senado. Contudo, em 2004, com a derrota eleitoral de Daschle, Rouse foi contactado para ser o chefe de gabinete do recém eleito senador Barack Obama, o que concedeu ao político em ascensão uma maior credibilidade entre os seus colegas mais experientes. Quando Obama considerou uma candidatura presidencial, foi Pete Rouse que redigiu um memorandum com os prós e contras de uma eventual corrida à Casa Branca. Depois de ter estado envolvido na vitoriosa campanha de 2008, Rouse foi um dos responsáveis pela equipa de transição da nova administração. Já na Casa Branca,  foi um dos três colaboradores presidenciais (os outros foram David Axelrod e Valerrie Jarret) a receber o título de Senior Adviser to the President
Agora, Pete Rouse, como Chief of Staff da Casa Branca, assume um dos cargos mais importantes e influentes na política americana - há quem o considere o segundo mais poderoso dos Estados Unidos - mas tem também, muito provavelmente, o emprego mais difícil de Washington. O que ainda não se sabe é se Rouse é uma escolha definitiva, ou se é apenas temporária, estando Obama a aguardar pelos resultados das eleições intercalares de Novembro para, depois disso, e já na posse dos resultados, avançar para um novo chief of staff.

Sem comentários:

Publicar um comentário