terça-feira, 23 de outubro de 2012

Obama vence último debate

Terminou a época de debates presidenciais nos Estados Unidos, depois de ontem ter decorrido o terceiro e último frente-a-frente entre os dois candidatos à Casa Branca. Na Florida, Barack Obama voltou a sair-se melhor do que o seu adversário e sua vitória no debate, confirmada pela maioria dos analistas e pelas sondagens realizadas, foi provavelmente mais clara do que a do segundo debate (que alguns consideraram ter-se tratado de um empate), mas, ainda assim, não tão evidente como o triunfo de Romney no debate inaugural.
Sentindo-se à vontade na temática da política externa, Obama surgiu confiante e ao ataque, talvez acossado pela melhor momento que a campanha de Romney atravessa. Esteve bem ao nível do conteúdo, demonstrando dominar perfeitamente as matérias em discussão, e também da forma, com algumas tiradas (fruto do trabalho de casa) bem conseguidas, como quando afirmou, referindo-se a uma posição de Romney, que os anos 80 queriam a sua política externa de volta, ou quando deu o exemplo das baionetas e dos cavalos para explicar a necessidade de mudanças na afectação de recursos das forças armadas.
Em sentido contrário, Mitt Romney apostou numa postura serena, praticamente abstraindo-se de atacar ou mesmo de discordar do seu adversário. Aliás, foi notório que as suas posições no campo da política externa pouco ou nada diferiram das de Barack Obama, o que o obrigou a mudar o tema da conversa para a economia, onde Romney poderia ter mais hipóteses de somar pontos no debate. Em suma, o nomeado republicano não esteve desastrado, mas a verdade é que pareceu um pouco ausente do debate, tentando, principalmente, não cometer qualquer grande erro que comprometesse o momentum actual da sua campanha.
Após o debate de ontem, e com duas semanas de campanha até à grande noite eleitoral, é tempo de os candidatos apresentarem os seus argumentos finais. Em relação aos quatro debates, se contabilizarmos apenas as vitórias de um lado e outro, até poderiamos pensar que o saldo final foi um empate ou mesmo uma vitória para os democratas, dado que Romney venceu um debate, Obama outro, enquanto o segundo debate presidencial e o vice-presidencial foram, dependendo do ponto de vista, empates ou vitórias tangenciais democratas. Contudo, o grande momento desta campanha é, sem dúvida, a esmagadora vitória de Romney no primeiro debate, momento esse que foi um verdadeiro game changer na campanha eleitoral. Até aí, Obama era o favorito ao triunfo, mas, a partir desse momento, a corrida transformou-se totalmente, estando, agora, demasiado equilibrada para ser possível antever o vencedor final. Por isso, se tivermos que indicar quem foi o vencedor da época de debates, apenas poderemos apontar um nome: Mitt Romney.

Sem comentários:

Publicar um comentário