quinta-feira, 1 de novembro de 2012

O Sandy soprou a favor de Obama

O furacão Sandy foi uma castástrofe natural que provocou dezenas de vítimas mortais, centenas de desalojados e milhões de dólares de prejuízo. Assim sendo, é um pouco constrangedor retirar conclusões políticas de uma tragédia deste género, mas a verdade é que essas leituras têm de ser feitas, especialmente quando estamos a poucos dias de uma eleição presidencial disputada ao milímetro.
Como já tinha escrito, Mitt Romney, sem nenhum cargo oficial para desempenhar, pouco ou nenhum trabalho teria a mostrar na gestão desta crise. Assim sendo, as atenções estavam concentradas no Presidente e Barack Obama esteve à altura dos acontecimentos, não cometendo os erros da Administração Bush aquando do Katrina (aliás, é bem provável que, desde aí, o overreacting seja a norma).
Obama, que deixou a campanha para lidar de perto com o acontecimento que ameaçou a Costa Leste dos Estados Unidos, geriu a situação com mestria, fazendo questão de se mostrar empenhado em abordar os problemas e em dirigir-se às zonas mais afectadas para consolar as vítimas do Sandy. O seu melhor momento foi a forma como coordenou os esforços com Chris Christie, o carismático Governador republicano de New jersey que veio mesmo a público elogiar o trabalho de Obama na resposta ao furacão. Apesar de ainda não se estarem a verificar nas sondagens eventuais efeitos desta gestão da crise por parte de Obama, é praticamente certo que o Sandy veio dar uma ajuda às hipóteses de reeleição para o actual Presidente.
Para Mitt Romney, esta é uma situação deveras ingrata, dado que o nomeado republicano ficou como que de mãos atadas numa altura crucial da campanha eleitoral. Ainda por cima, imagens como a que ilustra este post funcionam muito melhor do que dezenas de anúncios televisivos.

Edit: O Mayor de New York City, Michael Bloomberg, também anunciou hoje o seu apoio a Barack Obama, tendo afirmado que a forma como o Presidente lidou com o Sandy foi o factor decisivo na sua escolha.

Sem comentários:

Publicar um comentário