terça-feira, 12 de outubro de 2010

A (in)decisão do Kentucky

Rand Paul e Jack Conway
Uma das corridas mais interessantes deste ciclo eleitoral é, sem dúvida, aquele que se desenrola no Kentucky, onde o republicano Rand Paul e o democrata Jack Conway concorrem por um lugar no Senado dos Estados Unidos. Em condições normais, este não seria um local onde o Partido Democrata tivesse hipóteses de vitória (em 2008, Obama perdeu o Kentucky por mais de 16 pontos percentuais). Contudo, com a nomeação de Rand Paul para ser o candidato do GOP, esta corrida mudou de figura e as última sondagens têm mostrado os dois concorrentes muito próximos um do outro.
O grande destaque desta disputa eleitoral é definitivamente Rand Paul, que, após a vitória das primárias republicanas, saltou para a ribalta da política norte-americana. Rand é filho de Ron Paul, congressista do GOP pelo Texas, candidato presidencial em 2008 e um dos mentores e símbolos do movimento libertário nos Estados Unidos. E como tal pai, tal filho, Rand Paul herdou muito do pensamento do progenitor, sendo um liberal a nível económico, mas também em algumas questões sociais - defende, por exemplo, a legalização da marijuana. Porém, algumas das suas ideias políticas chocam com as do cidadão americano comum, o que prejudica as suas perspectivas de vitória, mesmo num estado profundamente republicano, como é o Kentucky. A seu favor, tem o facto de contar com o apoio entusiasta dos movimentos Tea Party e de nunca ter exercido qualquer cargo político, o que, dado o actual ambiente nos EUA, é sempre uma vantagem.
O adversário de Paul é o democrata Jack Conway, actual Attorney General do Kentucky, que venceu umas disputadas primárias democratas. Apesar de Conway não poder contar com o apoio de Barack Obama - o que só o prejudicaria - tem outras armas para jogar. Bill Clinton,  em particular, tem prestado uma importante ajuda ao candidato democrata, valendo-se da sua popularidade no Kentucky. 
Por outro lado, esta corrida tem como particularidade o facto de se assistir ao debate entre estes dois concorrentes, a uma espécie de inversão ideológica. Veja-se, por exemplo, que, relativamente ao Patriot Act, o polémico pacote de medidas, promovido por George W. Bush após o 11 de Setembro, Rand Paul é crítico, enquanto Jack Conway defende algumas medidas da legislação, precisamente as posições inversas dos seus partidos. 
Uma coisa é certa: pelo menos esta corrida está a ter o condão de tornar o Kentucky famoso no mundo por outra razão que não o frango frito da cadeia de fast food KFC.

Sem comentários:

Publicar um comentário