quinta-feira, 29 de abril de 2010

O Indy Crist

Segundo os media americanos confirma-se aquilo que já era aguardado: o actual governador da Florida e candidato pelo Partido Republicano ao Senado, Charlie Crist, anunciará hoje a sua desistência das primárias republicanas e a sua candidatura como independente.
Crist, que em todas as sondagens surgia muito atrás do seu opositor, o conservador Marco Rubio, tenta, desta forma, ainda conseguir chegar ao Senado americano, utilizando uma táctica que, antes de si, permitiu, por exemplo, a Joe Lieberman manter-se na câmara alta do Congresso. Porém, esta sua "traição" ao partido que o lançou para os grandes palcos, pode prejudicar a sua imagem junto do eleitorado, que não costumam gostar destas manobras políticas.
Com este cenário, a eleição passa a estar definitivamente em aberto. Rubio ainda é o favorito, mas numa corrida a três tudo pode acontecer. Assim, o grande beneficiado desta situação pode ser Kendrick Meek, o candidato democrata que, numa decisão a dois não teria qualquer hipótese de vitória, mas que desta forma pode-se intrometer na luta. Meek, um congressista pelo Estado da Florida, mas ainda pouco conhecido a nível estadual, foi o candidato encontrado pelos democratas que nunca prestaram muita atenção a esta disputa por um lugar no Senado, pois partiram do princípio que Crist seria imbatível. Mas, afinal, estavam muito enganados.

Sem comentários:

Publicar um comentário