segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Beau Biden desiste de concorrer ao Senado

As más notícias continuam para o lado dos Democratas. Agora, foi a vez de Beau Biden, filho do vice-presidente Joe Biden, anunciar que não concorrerá na eleição, em Novembro, para o cargo de Senador pelo Estado do Delaware, lugar que pertencia ao seu pai até este conseguir a vice-presidência.
Beau Biden justificou a sua decisão pelo facto de querer continuar como Attorney General do Delaware, cargo ao qual se recandidatará. Porém, é possível que Biden tenha tido em conta os maus resultados dos candidatos Democratas nas últimas eleições, principalmente a surpresa no Massachusetts. Assim, pode ter pesado os prós e os contras e ter decidido que esta não seria a altura ideal para uma candidatura ao Senado, ficando à espera de uma melhor oportunidade.

Este anúncio é uma desilusão para o Partido Democrata, pois tinha neste candidato a sua melhor hipótese em manter este lugar no Senado. Assim, esta eleição ganha uma nova abertura e parece que, agora, o principal favorito é mesmo um republicano - ainda que moderado -, o congressista Mike Castle.

E se o cenário no Senado parece mau, então na Câmara dos Representantes ainda está pior. Marrion Berry, um congressista do Arkansas, anunciou a sua retirada, perfazendo um total de 12 Democratas que não irão tentar a sua reeleição nas eleições deste ano. Como grande parte deles representam distritos disputados pelos dois partidos (cinco deles são mesmo de distritos onde McCain ganhou em 2008), isto facilita de sobremaneira a tarefa dos Republicanos. Antevêm-se tempos difíceis para os Democratas.

Sem comentários:

Publicar um comentário