quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Ponto final

Como se esperava, o Senado aprovou ontem o aumento do tecto da dívida pública norte-americana e o plano de redução do défice que havia passado, na véspera, pela Câmara dos Representantes. 74-26 foi o resultado da votação e, ao contrário do que sucedeu na câmara baixa, apenas seis democratas (mais o independente liberal Bernie Sanders) votaram contra a proposta, tendo 19 senadores republicanos feito o mesmo, o que demonstra bem a resistência dos elementos mais conservadores do GOP a este plano. Pouco depois, o Presidente Barack Obama promulgou o projecto-lei, colocando um ponto final na mais recente batalha político-partidária nos Estados Unidos da América.

Sem comentários:

Publicar um comentário