sexta-feira, 18 de março de 2011

Barómetro Eleições Presidenciais 2012

Inauguro hoje uma nova funcionalidade do Máquina Política e que continuará até Novembro 2012, quando tiverem lugar as eleições presidenciais norte-americanas. O Barómetro 2012, que tentarei manter sempre actualizado, seguirá as tendências e a mudanças no momentum de cada um dos candidatos à Casa Branca, de forma a que possamos ter uma melhor percepção do estado da corrida. Em estreia absoluta, aqui fica a primeira "tomada de pulso" ao campo de candidatos ao cargo de homem (ou mulher) mais importante do mundo. Na barra lateral, encontra-se a tabela do barómetro, em que sentido e a cor das setas indicam a actual tendência da campanha de cada um dos candidatos (ou aspirantes a candidatos).
Barack Obama Com o desemprego a diminuir, o Presidente pode ter a reeleição facilitada
Mitt Romney Continua como o frontrunner e o principal favorito a conquistar a nomeação pelo GOP.
Mike Huckabee Os seus recentes comentários sobre a naturalidade de Obama podem prejudica-lo junto do eleitorado independente. Continua sem dar sinais de que irá concorrer.
Newt Gingrich A confusão em torno do anúncio oficial da sua candidatura não augura nada de bom para a campanha presidencial que se avizinha.
Sarah Palin Cada vez são menos aqueles que acreditam que irá tentar chegar à Casa Branca.
Tim Pawlenty Pode ser um dos principais beneficiados das prováveis não candidaturas de Palin e Huckabee.
Mitch Daniels Continua a dizer que não vai concorrer e é bem possível que esteja a dizer a verdade.
John Huntsman Os elogios que lhe são endereçados por Obama são tudo menos benéficos.
Rich Santorum Esteve recentemente no New Hampshire, mas a sua verdadeira força deverá estar no Iowa.
Chris Christie Diz que não é candidato, mas poderia constituir a maior ameaça a Barack Obama.
Haley Barbour O seu comportamento indicia que irá mesmo tentar a sua sorte.
Michelle Bachmann Não tem descurado as visitas aos Early States e o Tea Party adora-a.
Donald Trump Continua a querer assumir-se como um candidato sério. Contudo, duvidar da nacionalidade de Obama não será a melhor estratégia.
Ron Paul O voto da ala libertária está garantido, mas isso não chega para se vencer o que quer que seja.

Herman Cain → A sua candidatura já é oficial, mas é duvidoso que chegue a entrar nas contas da luta pela nomeação republicana.

3 comentários:

  1. Excelente ideia, João. Muito legível e útil. Parabéns, continuação de bom trabalho
    Germano

    ResponderEliminar