quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

2012: Iowa caucus

Será neste pequeno Estado do Midwest americano que, a 6 de Fevereiro de 2012, será dado o pontapé de saída no longo processo de escolha dos candidatos de cada partido às eleições presidenciais desse ano. O Iowa utiliza o sistema de caucus, com bastantes diferenças entre o que modelo adoptado pelos democratas e pelos republicanos. Enquanto que nos caucuses democratas o método de voto é algo arcaico, com os eleitores a discutirem as suas preferências e intenções de voto e a tomarem posição ao juntarem-se por grupos de apoio a cada candidato, no caso republicano o mais comum é haver uma votação por voto secreto, embora em alguns distritos se utilize o voto por braço no ar. De qualquer forma, como as primárias democratas serão apenas uma formalidade para nomear Barack Obama, o principal interesse recai na disputa do lado do GOP.
Os eleitores republicanos do Iowa são tendencialmente conservadores e isso deverá ditar que será um candidato saído da ala direita do GOP a vencer estes caucuses, em especial numa época em que os movimentos conservadores, como o Tea Party, se revestem de uma crescente influência. Em 2008, Mike Huckabee foi o vencedor no Iowa e se o antigo Governador do Arkansas voltar a concorrer à presidência, é bem possível que volte a ganhar no Hawkeye State, dada a sua popularidade no Estado. Contudo, é tudo menos líquido que Huck entre na corrida em 2012, o que abrirá ainda mais o campo de possibilidades no Iowa.
Assim, espera-se que haja uma enorme luta pelos representantes do movimento conservador, já que o Iowa é decisivo para que possam permanecer na corrida, mesmo após eventuais maus resultados no New Hampshire (no granite state Mitt Romney parece quase imbatível), onde o eleitorado republicano é substancialmente mais moderado. Figuras como New Gingrich, Michele Bachmann ou mesmo Sarah Palin terão de conseguir excelentes resultados nestes caucuses se desejarem sonhar com a nomeação republicana. Por outro lado, é possível que nomes como Romney (que, em 2008, mesmo após gastar uma verdadeira fortuna no Iowa não foi além de um desapontante segundo lugar), Mitch Daniels ou John Huntsman poderão optar por não apostar a 100% aqui, guardando os seus esforços para outros locais onde poderão conseguir melhores performances.

Falta, então, menos de um ano para que comece, no Iowa, a fantástica corrida que será a disputa pela Presidência dos Estados Unidos. Nessa ocasião, nada deverá ficar decidido, mas é certo que no Hawkey State será feita a primeira grande triagem entre os candidatos a derrotarem Barack Obama, em Novembro de 2012. 

Sem comentários:

Publicar um comentário