sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Scott Brown com lugar em risco

Elizabeth Warren e Scott Brown
Quando os americanos se dirigirem às urnas, a 6 de Novembro do próximo ano, não votarão apenas para eleger o seu Presidente, decorrendo, em simultâneo, eleições para o Congresso e para cargos estaduais. Contudo, entre essas corridas, as eleições para o Senado são sempre as que geram mais expectativas, fruto da importância e estatuto do cargo de Senador.
No próximo ano, o Partido Democrata terá uma dura tarefa em manter o controlo da câmara alta, já que a larga maioria dos lugares em disputa são ocupados precisamente por democratas e, em algumas dessas corridas, os republicanos são favoritos à vitória. Contudo, o mesmo já não acontece no sentido inverso, e apenas no liberal Massachusetts (e talvez no Arizona), os democratas têm boas perspectivas de "roubar" um assento ao GOP.
No início de 2010, a surpreendente eleição de um conservador (ainda que moderado) naquele que é um dos Estados mais liberais da União provocou enormes ondas de choque por todo o país e assinalou o fim da lua-de-mel entre Obama e os norte-americanos. Com a perda do lugar no Massachusetts, os democratas perderam a maioria à prova de bloqueio no Senado e ficou provada a força do Tea Party, que teve aí a sua primeira grande vitória e demonstração de influência. Mas o Massachusetts continua a ser território democrata e os liberais tencionam derrotar Brown em 2012. Para isso, escolheram uma candidata de peso e uma heroína dos liberais. Elizabeth Warren, antigo docente em Havard e Presidente da Comissão de Supervisão do Congresso é a grande favorita a conseguir a nomeação democrata e será uma grande ameaça para a continuidade de Scott Brown no Senado.
Numa recente sondagem, Warren surge com vantagem sobre Scott Brown, amealhando 49% das intenções de voto, face a 42% do republicano. Porém, não se espere que a derrota de Brown é inevitável, pois o actual Senador já provou a sua capacidade no trilho da campanha e conta com boa imagem junto dos eleitores, tendo um índice de aprovação positivo. Assim, o vencedor é incerto, mas uma coisa é certa: esta disputa no Massachusetts será uma das mais interessantes corridas do próximo ano.

Sem comentários:

Publicar um comentário