sábado, 19 de novembro de 2011

Nos idos de Março

Fui ontem ao cinema ver um filme que não podia perder. Os Idos de Março, realizado e protagonizado por George Clooney, relata os bastidores da campanha presidencial do Governador da Pensilvânia, Mike Morris (Clooney) e está repleto de trama política e, claro, de escândalos sexuais. A narrativa acompanha um dos principais assessores políticos de Morris, o jovem e idealista Stephen Meyers (Ryan Gosling), que se vê envolvido numa delicada situação, envolvendo o candidato à Casa Branca e uma jovem interna da campanha. 
Na senda de películas como Primary Colors, este The Ides of March apresenta uma visão cínica dos meandros das campanhas políticas dos Estados Unidos. Apesar de alguns exageros, uma das ideias transmitidas pelo filme, de que a discrição sexual é mais importante para uma campanha do que a própria capacidade intelectual ou competência de um candidato, é triste mas verdadeira. Mas, não querendo estragar a experiência de quem ainda não viu o filme com mais spoilers, o melhor é ficar por aqui e aconselhar este "Nos Idos de Março", em especial para os mais interessados pela política norte-americana, mas também para o público em geral.

Sem comentários:

Publicar um comentário