quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Barómetro 2012 - Update Novembro

Barack Obama Concentrou a sua mensagem no tema da economia e do emprego, forçando a votação da sua jobs bill que não passou no Congresso. A mudança de táctica parece estar a resultar, pois os seus números nas sondagens voltaram a subir.
Mitt Romney Nos debates continua seguro e sem rival à altura. Imbatível no New Hampshire e competitivo em todos os outros primeiros Estados a votarem nas primárias, será muito difícil de bater. É o grande favorito a defrontar Obama, em Novembro de 2012.
Newt Gingrich Depois de um início de campanha desastroso, começa agora a mostrar um pouco mais de vontade no trilho da campanha. Com as implosões de Bachmann e Perry, o antigo Speaker pode estar a colocar-se como o terceiro classificado na corrida.
Herman Cain Foi assolado pelo primeiro escândalo sexual do presente ciclo eleitoral, após ser conhecido que duas mulhers o haviam acusado de comportamento impróprio, durante os seus tempos como líder da National Restaurant Association. Contudo, esse facto parece não estar a fazer grande mossa na sua candidatura, já que continua a liderar muitos estudos de opinião.
John Huntsman Em 2009, quando a Casa Branca o nomeou Embaixador na China, a equipa presidencial temia que Huntsman pudesse ser um perigoso adversário para Obama, em 2012. Contudo, agora, esse cenário parece muito distante, já que o antigo Governador do Utah não descola dos últimos lugares nas sondagens. Mesmo no New Hampshire, a sua grande aposta, Huntsman não atinge, sequer, os double digits.
Rick Santorum A posição de Santorum é idêntica à de Huntsman, com a diferença que o antigo Senador da Pensilvânia, um dos candidatos mais conservadores, aposta tudo no Iowa. Contudo, também ele está a ter dificuldades em deixar os últimos lugares nas sondagens.
Rick Perry Mantém-se a tendência da queda vertiginosa da campanha do Governador do Texas. Depois de a sua candidatura ter abalado de sobremaneira a corrida, entrando directamente para o topo das intenções de voto dos republicanos, Perry está agora relegado para o 6º lugar. Será que ainda pode recuperar?
Michelle Bachmann A sua campanha atravesse um momento difícil e diz-se mesmo que as suas reservas financeiras estão praticamente esgotadas. Ainda assim, a congressista continua a investir no Iowa, onde já foi a frontrunner, e na Carolina do Sul, onde procura atrair os value voters, presentes em grande número nesse Estado sulista.
Ron Paul Com a emergência de Herman Cain como o representante da ala mais conservadora do Partido Republicano, o mais velho do clã Paul passou a elegê-lo como o principal alvo dos seus ataques. Todavia, por muitas estratégias que utilize, a verdade é que nenhuma o levará à Casa Branca.

Sem comentários:

Publicar um comentário