sexta-feira, 27 de abril de 2012

Gobama ou Nobama

É bem possível que a eleição presidencial de 2012 se transforme num verdadeiro referendo ao primeiro mandato de Barack Obama na Casa Branca. Se isso acontecer, veremos, por um lado, os democratas a defenderem o historial de Obama durante os últimos quatro anos, com destaque para os feitos realizados pelo Presidente em temas de defesa e relações externas, afinal a principal responsabilidade do Chefe de Estado norte-americano. E, neste domínio, a eliminação de Bin Laden estará em primeiro plano, como prova do bom desempenho do Commander in Chief das forças armadas dos Estados Unidos. Assim sendo, anúncios como este, com Bill Clinton no papel principal, deverão ser aposta frequente da campanha de Obama.



Por outro lado, os republicanos quererão demonstrar que o primeiro mandato de Obama se revelou um verdadeiro fiasco, depois das altíssimas expectativas que se geraram em 2008. Nesse sentido, a caracterização de Obama como um político com boa imagem, mas pouca substância pode funcionar a seu favor e, por isso, o caminho já seguido por John McCain em 2008, de comparar Obama a uma incelebridade inócua pode ser repetido por Mitt Romney, em 2012, como este anúncio (da autoria da Crossroads de Karl Rove) antecipa.

Sem comentários:

Publicar um comentário