segunda-feira, 16 de abril de 2012

Escândalo no Secret Service

O Secret Service é a agência governamental responsável pela segurança das mais altas figuras do governo norte-americano. Normalmente, a sua acção é marcada pela discrição, e desde que o Secret Servvice foi criado, em 1865, por ordem de Abraham Lincoln (que, ironicamente, seria assassinado pouco tempo depois) são muito poucos os escândalos a que estão associados os seus agentes. 
Contudo, nos últimos dias, o Secret Service tem dado que falar pelas piores razões. Alegadamente, onze dos agentes que se deslocaram até à Colômbia para preparar a visita de Barack  Obama àquele país da América do Sul, solicitaram o serviço de prostitutas, o que segundo os códigos de conduta da agência é uma grave brecha de segurança. Agora, os envolvidos enfrentam um processo interno e é de prever que as consequências possam ser severas.
Este escândalo, que é já considerado o maior na história do Secret Service, promete assombrar a visita do Presidente dos Estados Unidos à Colômbia. Obama, apesar de ter tentado manter-se afastado dos acontecimentos, foi mesmo obrigado a afirmar que, caso se confirme a história, ficará muito zangado. Dificilmente este incidente prejudicará reflectir-se-á negativamente no Presidente, mas, no início de uma dura campanha eleitoral, a última coisa que Obama desejaria era ver-se envolvido (ainda que indirectamente) num escândalo sexual.

Sem comentários:

Publicar um comentário