terça-feira, 16 de abril de 2013

A reacção de Obama

O Presidente dos Estados Unidos falou ao país poucas horas depois do terrível atentado de Boston. Numa declaração curta, Barack Obama sublinhou a necessidade de união entre os norte-americanos numa situação como esta e prometeu que os responsáveis por este trágico acto serão trazidos perante a justiça e punidos. Na sua comunicação ao país, Obama afirmou ainda não saber quem foi responsável pelos atentados nem as suas motivações e absteve-se de designar o atentado de ontem como actos de terrorismo. Esse omissão da palavra terror para caracterizar o que se passou pode valer-lhe algumas críticas (veja-se o caso de Benghazi), mas, a meu ver, o Obama esteve bem ao evitar ser demasiado específico numa altura em que pouco se sabe sobre os autores do atentado. Aliás, nos momentos imediatamente a seguir a um evento do género, o principal papel do Presidente é o de aparecer em público para sossegar os seus compatriotas e mostrar que está alguém no comando. E, ontem, foi isso que Barack Obama fez.

Sem comentários:

Publicar um comentário